Vigéssimo setimo (27) capitulo.- Noivos haha.- Same Heart feat. One Direction.

POV Gabrielly.

Ai não creio que acordei essa hora. Meu é 3h da manhã e eu to com sede, Ava! Eu tenho medo de sair por ai No escuro então vou chamar Louis pra ir La embaixo comigo. O Cutuquei de leve na barriga e ele se espantou, disse sonolento todo assustado:

-O que foi? O que foi? Ta passando mau amor?- Parecia preocupado mais ainda com os olhos meios fechados.

-Amor?- Falei com a voz manhosa, sabia que ele não iria querer ir La!

-Oi amorzinho?- Falou se deitando de novo ao meu lado e me abraçando de lado.

-Onnwt que fofo você me chamando de amorzinho!- Disse tentando enrolar, iria ficar menos tempo acordada e sozinha.

-Fale logo amorzinho! Estou com sono sua linda.- Disse com os olhos quase fechados.

-Você fica mais carinhoso quase dormindo, me sinto uma princesa!- Disse e fiz a a famosa cara de Cupcake do Harry sem as mãos.

-Fale logo.- Disse irritado.

-ok. Eu estou com sede mas tenho medo de ir La na cozinha sozinha, preciso de você!- Falei manhosa. Ele riu e se sentou, eu fiz o mesmo surpresa.

-Porque não falou antes? Também estou com sede kk- Disse rindo e ficando de pé, ele me ajudou e saímos em direção a cozinha.

-Porque estava enrolado você!- Disse entrando na cozinha.

-Disso eu sei bobinha.- Disse sorrindo bobo.- Mas me fala uma coisa?- Perguntou pegando dois copos e eu a água.

-Sim.- Falei despejando a água nos copos.

-Eu não sou carinhoso só quando estou quase pra dormi NE? Eu sou carinhoso contigo?- Eu gargalhei.

-Louis que parte do “estava enrolando você” Você não entendeu?- Perguntei irônica dando um selinho nele.

-Aah sei La! Kk- Nos rimos e subimos, não antes de eu guarda tudo. Me joguei na cama fechando os olhos.-Ei o que você achou da professora Maria?-Perguntou se jogando do meu lado e me abraçando de frente, nós estávamos um de frente pro outro abraçados! Que lindo meu kk.

-Aah ela já era nossa professora! Ótima profissional ela NE? Nem da pra chamar ela de professora já que ela tem nossa idade!- Disse rindo, ele me acompanhou.

-É suas idades na verdade.- Riu superior.

-Ei eu tenho 20 anos, você só é mais velho que eu 1 ano bebê!- Disse.-Na verdade ela tem a  idade das meninas. Kk

-É. Mas enfim eu achei ela legal e uma ótima dançarina.- Disse ele.

-Aah não acredito, você vai me trocar por ela! Seu malvado.- Tirei com a cara dele fingindo  chorar, ele gargalhou aquele sapeca.

-Nada disso senhorita! EU nunca vou te trocar, você é insubstituível.- Sorri pra ele e o beijei carinhosamente, sem pressa!

-Você também não tem substituição na minha vida bebê!- Disse o abraçando mais.

-Onwt que fofa.- Disse com uma voz engraçada. Eu ri.

-Estou com frio Louis, me abraça?- Perguntei manhosa e ele riu fofo.

-Claro, quando quiser!- Me apertou mais e eu enterrei meu rosto em seu peito.- Vamos dormi safadinha porque amanhã temos compromissos.- Ele disse serio.

-Safadinha?

-Sim, agora canta pra mim? Você me acordou e vai me fazer dormi!- Ele disse.

-Ta NE? Você já ate afirmou o que eu posso fazer?- Eu ri e comecei a cantar Give me Love, acontece que eu amo essa musica de paixão. Haha! Aos poucos senti ele adormecer e eu fechei os olhos na mesma esperança.

[..]

PORRA quem ta me balançando? Seja quem for o demônio que se foda! EU to com sono e não vou abri os olhos. Hum ta me irritando já .. JÁ ME IRRITOU!

-QUE É PORRA?-Gritei e era Louis sorrindo pra mim, o seu sorriso se desmanchou e eu me senti culpada hihi.- Foi mal ai Louis, eu estou morta de cansada.

-Eu também estava quando você me acordou de madrugada!- Falou com uma expressão que meu deus. Ele me soltou e foi saindo, mas eu fui mais rápida e pulei da cama e o segurei.

-Louis é serio foi mal, me desculpa amorzinho? Eu não sabia que era você se soubesse não gritaria com você!- Falei dando pulinhos e sorrindo sem graça pra ver se ele me desculpava.

-Gaby eu vou te perdoar mas quando o bebê nasce vê se controla essa sua boca ok?- Saiu do quarto bravo. Relaxei os músculos. Que ótimo, mal comecei o dia e já estou ‘Brigada’ com meu namorado. Suspirei e entrei no banheiro emburrada e triste, Louis se magoou? Aai Deus. Tomei um banho rápido e me vesti depressa! Desci descalça e correndo, fui pra cozinha e Louis estava La sozinho com a mão no queixo com uma expressão triste que partiu meu coração, ele brincava com uma bandeja de café da manhã.

-Ah Louis por favor amor! Me perdoa por te magoar?- Sentei no seu colo fazendo carinho nos seus cabelos. Ele olhou pra mim e essa foi minha perdição.

-Eu tinha feito isso pra você, mas acordou toda mau humorada e gritando comigo!- Disse apontando pra bandeja. Eu sorri pra ele e beijei sua bochecha.

-Nunca mas vou fazer isso. PROMETO!- Falei e ele me beijou.

-é bom mesmo!- Fez pose de Diva e eu ri, Louis de volta ainda bem!

-Graça a Deus você me perdoou!- Disse o beijando e sorrindo, ele colocou os braços em torno da minha cintura e eu na sua nuca! Ele se arrepiava toda vez que eu puxava de leve seus fios de cabelos, os da nuca mesmo, os pequenino mesmo kkk! Ele ria quando eu fazia isso e eu também. Escutamos um barulho eu me afastei e dei um beijinho em sua bochecha, ele riu e nos viramos! Era Harry Laís e Niall ali. Harry estava como que reprovava nossa ‘ação’ ali kk, fechava os olhos e balançava a cabeça negativamente. Já Niall e Laís riam.

-O que está acontecendo aqui?- Harry perguntou bravo.

-Oras Hazza meu amor, nunca beijou na vida não?- Tirei com ele.

-Sim mas que vergonha, na cozinha? Na mesa? Vocês são a perdição!- Eu gargalhei junto com todos, abracei Louis pela nuca.

-Ta bom então senhor! Nos desculpe.- Louis agora.

-Ok, mas pare de se agarra na cozinha!- Ele empinou o nariz e sentou na cadeira do lado da nossa.

-Que horas saímos hoje?- Laís perguntou. Cutuquei Louis e ele olhou pra mim, eu sorri pra ele e ele retribuiu, demos um beijinho de esquimó e sorriamos o tempo todo.

-Sei La!- Respondeu Niall, eles ficaram conversando La e eu e Louis namorando. Todos iam entrando na cozinha e comendo, entrando na conversa mas eu só prestava atenção em Louis e o jeito que ele falava e conversava, ria e gargalhava! Ele é perfeito do seu jeito, não consigo ver ele triste ou magoado, ele simplesmente não saia da minha cabeça. Fomos rápido demais eu sei, sou nova pra ter filho e ele também, eu já sabia que ele tem medo de crescer! Mas agora nós tínhamos uma ligação forte demais pra ser rompida ou destruída, parecia que ele gostava então esta tudo bem. Agora não podia viver sem ele, dava um frio no estomago toda vez que ele se aproximava como se eu fosse vomitar ou desmaiar, mas quando estava nos seus braços eu me sentia segura! E que nada podia me atingir e nos deter.

Eu peguei um suco, ainda estava no colo do Louis, e comecei a beber sorridente.

– que foi? Esta toda Feliz ai!- Liam me perguntou e eu ri.

-Nada, só tenho que aproveitar agora, quando tiver com um barrigão não vou poder sentar no colo do meu namorado! – EU respondi e todos riram bobos.

-Ain eu ainda não acredito! Eu vou ser tia meu.- Betina comemorou e eu sorri.

-e Eu vou ser pai uhuh.- Louis sorriu muuito bobo, ount meu deus.

-Eu vou ser tio e pai.- Zayn disse.

-Se for menino Zayn eu coloco Kevin ok?- Eu disse e ele riu.- Porque minha sobrinha vai ser Pietra.- Revirei os olhos.

-Que nada, meu filho será Kevin e minha sobrinha será Pietra.- Ele respondeu.

-Se você diz!- Fiz sinal de rendição e todos rimos.- Agora vamos povinho? Vamos ensaiar uhuhu.- Sai do colo do Louis com as mãos pra cima comemorando. Eles só riam e me acompanhavam. Fomos pra Gravadora e como sempre estava cheio de fãs e fotógrafos, mas o que me chamou a atenção foi os repórteres. Eu segui normalmente e uma mulher me puxou.

-Gabrielly, a garota que está grávida de um super star! O que acha sobre isso LittleB?- Ela perguntou, eu sorri.

-Ah sabe eu sei que sou nova e o Louis também mas nos amamos de verdade e sabemos o que queremos! Então quem se importa?- Respondi.

-Ah varias mães de fãs tanto suas quando deles.- Ela disse e eu arregalei os olhos.- Uou parece que ela ainda não sabe!

-Naõ Não sei aha;- Sorri sem graça.

-As mães estão revendendo os ingressos dos seus filhos, da turnê, pois acham que vocês são más influencia!- Ela disse meio triste.

-Uo Mas eu tenho uma coisa pra falar pra elas, posso?

-A vontade.

-Nos fazemos essa turnê pra caridade! Nossa vida pessoal não tem nada haver com isso, se nós somos os ídolos dos seus filhos porque vão os proibir de nos ver? Só por nosso amor um pelo outro? Isso é covardia, duvido que nunca amaram alguém e sabem como é difícil ser julgada quando você está apenas amando alguém? Vocês são sem coração com o próprio filho de vocês! Eu amo o Louis e não tenho medo de dizer, estou sim grávida mas e daí? Quem liga? Sou só eu e meu amor, me desculpem por não ser o tipo de protótipo perfeito mas ninguém é assim. Vocês já amaram porque se não, não teriam os seus filhos ok? Vocês deviam lembrar das vossas adolescência e juventude pelo menos uma vez pra fazer algo que seu filho se agrade! – Eu terminei já chorando, a repórter estava só lagrimando.

-Então é isso pessoal! Nos vemos mas tarde.- Ela entrevista e começou a chorar, me abraçou e sussurrou.- Você é meu exemplo, eu amo alguém mas iriam me julgar! Você não teve medo de dizer e agora eu já sei minha solução. Obrigado e fique forte.- Eu sorri e agradeci, fui pra perto dos meninos e dei autógrafos pra algumas fãs tentando ser simpática, mas não dava mais! Eu entrei correndo na gravadora e me sentei. Comecei a chorar. Serio, eu estava sendo julgada como disse antes, estava estragando a turnê por causa da gravidez e eu já sabia que mães não iriam aceitar isso. Louis entrou correndo e preocupado e me encontrou chorando, veio pra mim e eu levantei, corri pro banheiro! Vomitei porque não sabia o que fazer, eu estava feliz por esta grávida e por esta com Louis mas não aguentaria ver minha vida, minha carreira passar por mim sendo julgada! Ele entrou e segurou meu cabelo passando a mão na minha costa. Eu levantei e enxuguei a boca, o abracei e chorei.

-Louis, estou sendo julgada! As mães estão vendendo os ingressos porque eu estou grávida! Estou sendo um péssimo exemplo pras fãs. Eu não sei o que fazer.- Eu chorei em seu ombro e ele me apertou forte.

-Calma amor, eu estou aqui! Não ligue pra essas mães, elas não sabem do que estão falando! Duvido que quando o bebê nascer elas não vão falar: Ount que coisinha mais fofa meu deuzi!- Ele imitou uma voz feminina que me fez rir de leve.-Não se preocupe, enquanto elas fazem isso quase a metade do mundo vai comprar porque as Directioner e as LittleF são as melhores.- Ele passava a mão nas minhas costas com a intenção de acabar com o choro.- Eu também sou julgado mas eu nem ligo sabe porque?- Neguei com a cabeça.- Porque você esta do meu lado, eu te amo e sei que você me ama e é ISSO que importa.- EU sorri e me separei um pouco dele.

-Obrigado por me fazer senti melhor. Você é o MELHOR DO MUNDO- Eu disse sorrindo. Ele retribuiu, veio me beijar mas eu recusei com a mão.- Acho que não, Vou escovar os dentes Louis.- Ele riu e saiu do banheiro. Eu escovei com uma escova de La reserva! Sai do banheiro e fui pra cabine, todas já estavam La. Os meninos ensaiando a sua musica e as meninas a nossa.- E ai? Como é a letra?

-Ah Meu Deus Gaby, você esta bem?- Amanda me abraçou.

-Olha vocês vão ter que se acostumar, porque vou fazer isso constantemente aparte de agora! – Elas riram e me deram uma folha, a letra era legal! Nos ensaiamos essa DNA, as nossas mesmo do álbum mas recente! Já era quase 1h e ainda não tínhamos almoçado, já tínhamos terminado e só esperávamos os meninos terminaram! Estava morrendo de fome e eles nada. Ficamos conversando enquanto eles não vinha, eu contei a proeza das mães e elas disseram que não era pra mim me preocupar porque essas mães nãos sabiam de nada!

-Meninas?-Cássia entrou sorrindo.

-Oii Cássia meu bem!- Amanda a abraçou, eu ri.

-Aqui a lista de países, querem ver?- Eu puxei da sua mão.

-Vamos pra Brasil?- Betina perguntou

-Não sei, se forem é só no finalzinho!- Ela respondeu. Vimos, caraca é muito pais! Se for só no final eu não poderia ir.

-Aah eu não vou pra esses aqui!-Apontei pras meninas e elas concordaram. Ficamos La vendo e comentando sobre cada país quando os meninos chegaram, eu mostrei pra eles!

-Olha gente eu não vou pra esses aqui!- Louis apontou pros mesmos que os meus.

-Como assim não vai? Você vem comigo?- Perguntei surpresa.

-haha bobinha, achava que eu estaria em turnê enquanto minha futura esposa esta nos meses finais da gravidez? achou mesmo? Eu vou esta La segurando sua mão quando nossa princesa estiver pra ver os primeiros fios de luz, do seu lado!- Ela pegou minha mão e eu sorri, os outros reviravam os olhos.

-Ouch que lindo meu.- Eu disse sorrindo.

-Chega de melação e vamos almoçar porque to com fome!_ Niall disse

-Tudo bem, você paga meu almoço!- Eu disse rindo; Saímos e fomos almoçar! Eu já estava bem melhor com certeza, foi divertido! Todos me faziam rir a hora toda. So que tudo que é bom tem que acabar, tivemos que voltar pra gravadora! Agora era o ensaio de dança. Maria chegou chegando toda linda e nós cumprimentamos ela, estávamos todos na mesma sessão, meninas e meninos, Eu fui até Louis e sussurrei no seu ouvido:-Fica esperto, você prometeu não me trocar!- Ele gargalhou e me abraçou de lado.

-Relaxa ok?- Eu concordei com a cabeça. Ela nos mostrou uns passos e como entrar no palco com estilo kk, eu ria toda hora, ela era bastante engraçada. Nos aprendemos varias coisas! Eu sai na parte que era mais pesada e me sentei de lado vendo eles. Eu ria de suas palhaçadas e caídas. As meninas eram as melhores com certeza kk Eu me divertia junto da Maria. Eles finalmente aprenderam e fizeram tudo certo. Eu aplaudi e eles agradeceram se curvando eu ria muito.

-Bom Gente finalmente NE? Agora podem ir, amanhã aprendemos mais!- Maria dispensou e eu fui ate ela.

-ô Maria?- Cutuquei o ombro dela que se virou e riu.

-Oi Gaby.

-É que eu não vou poder pegar no pesado, pode me ensinar algum passo sabe La, mas de boa?- Eu perguntei. Ela sorriu e concordou.

-Ok amanhã, e vem ou traz sei la uma roupa leve tipo blusa solta com legue.- EU concordei e dei um tchauzinho pra ela, fui pra todos e eles conversavam.

-E ai? O que conversava com a professora gostosa?- Harry perguntou e eu dei um tapa forte em sua cabeça.

-Mané!- Respondi brava.

-Que foi? Era pra ter ciúmes do seu namorado não de mim!- Rebateu com a mão na cabeça.

-Nada Harold Nada.- Respondi emburrada.

-Coisa de Grávida, eu acho melhor nos acostumemos.- Amanda disse e eu sorri irônica.

-Fala serio!- Disse cruzando os braços. Louis me abraçou por trás e sussurrou.

-Calma, fica de boa! Eles vão perceber.- Eu sorri sem mostrar os dentes.

-O que ta sussurrando ai? Pode ir compartilhando!- Liam Disse apontando pra nós.

-Ok, ele disse que Harry é muito idiota!- Eu Menti e Louis me cutucou reprovando.

-Mentira!- Harry provocou.

-Então ta idiota.- Disse saindo e pegando minhas coisas. Sai da gravadora pro carro.

-Você não vai há lugar nenhum!- Me puxaram pelo braço, fiquei meio assustada porque essa pessoa tinha muita forca, mas nada que eu não pudesse da um jeito.- Porque me tratou daquela maneira em?- Era Harry, revirei os olhos.

-Ai porque você é muito besta!- Disse me soltando dele.

-Mas me diz o porque de eu ser besta?

-Porque você não percebe que a Amanda gosta de você e ainda faz ela se sentir mal porque se você não sabe quando a pessoa gosta de você ela não se sente a vontade com você falando de outras.- Disse estapeando seu peito, ele riu como um bobo.

-Ela gosta de mim?- Perguntou com os olhos brilhando, parei de bater nele e me recompus.

-Sim! Agora se você não gosta dela não brinque com seu coração porque se você fizer mal a ela eu te mato, você vai enfrentar uma grávida muito brava meu senhor.- Disse apontando os punhos fechados pra ele que riu e me abraçou.- O que ta fazendo?- Perguntei palavra por palavra devagar.

-Gaby você não sabe o quanto eu esperei pra pelo menos saber se ela era afim de mim mas agora eu tenho certeza que ela gosta de mim. Eu pensei que ela só gostava de mim como amigo, desde aquele encontro sabe?

-Ta mas qual é a diferença entre gosta e ta ‘afim’?- Perguntei m distanciando um pouco dele.

-Ta ‘afim’ é só querer ficar, mas gosta é tipo querer namorar! E que quero namorar ela.- Ele disse sorrindo explicativo, eu ri.

-Ta bom então! Mas não fala pra ela que eu te contei porque se não eu sou uma pessoa morta! Chame-a pra sair hoje.- Pisquei pra ele e fui pro carro quando todos saíram da gravadora e fomos pra casa. Chegamos rápido e eu subi, tomei um banho, Me vesti e deitei na cama! Louis entrou rapidinho.

-Ei, o Harry convidou a Amanda pra sair de novo!- Ele disse e eu me levantei na mesma hora com um sorriso no rosto.

-E ai?

-Ela aceitou.- Eu me levantei e começamos a pular feito idiotas.-Mas e ai? Você quer sair comigo também? Eu refiz nossa historia e nunca saímos pro nosso primeiro encontro!- Ele disse e eu abri a boca em um ‘0’. Ele riu.

-Mentira!- Eu disse surpresa.- Ok, vamos! Agente não é um casal normal.- EU disse procurando uma roupa. Eu achei um vestido e o coloquei enquanto Louis vestia-se também.- Não vai tomar banho porquinho?

-Já tomei desinformada.- Ele riu. Ok NE! Terminei de me vesti e fui pro cabelo. Fiz cachos nas pontas e coloquei um chapéu bonitinho, calcei o salto e fiz minha maquiagem rápida. Louis vestia um terno vermelho escuro, eu ri! (http://www.polyvore.com/cgi/set?id=70381176&.locale=pt-br ) Louis terminou de se vesti (N/A: Lembrem-se dele no The X-Factor vestindo um terno vermelho meio vinho                           ai pra quem não lembra!). Ele me olhou e ajeitou o cabelo pra cima, muito seduzente! Kk Ele veio até mim e entrelaçou nosso braço um com o outro. Eu peguei uma bolsa de mão com meu celular e Saímos do quarto, conversando fomos pra sala avisar que iríamos sair. Todos, menos Amanda e Harry que obviamente estariam se arrumando, estavam na sala.

-Nós vamos sair pro nosso primeiro encontro!- Eu disse e todos rimos.

-É estranho mas é verdade!- Louis defendeu.

-Muito estranho, vocês já até fizeram um filho e agora que vão pro primeiro encontro.- Marcelle falou rindo.

-Cala a boca ai!- Apontei pra ela rindo.-Bom Tchau não sintam tanta a nossa falta.

-Ok, e alias estão muito lindos!- Laís disse.

-Obrigado docinho.- Louis respondeu e saímos. Ele abriu a porta pra mim e eu entrei, ele deu a volta e entrou também. Arrancou.

-Pra onde vamos senhor?- Perguntei sorrindo.

-Há um restaurante aqui perto e depois só Deus sabe.- Ele deu um sorriso um tanto malicioso e levou tapa no ombro, ele só fez Rir o safado.

-Enfim, legal mas já fez a reserva?

-Não se precisa de reserva quando se é Louis Tomlinson da One Direction, muito menos quando ele esta saindo com Gabrielly Braga da Same heart.- Ele terminou.

-Aah ta bom!- Eu disse sem graça, nem sei porque mas fiquei. Liguei o radio e estava tocando uma musica deles, revirei os olhos e ele deu um tapinha em mim! Eu gargalhei e comecei a cantar junto dele. Live While We’re Young.

-Ta vendo, nem é tão ruim.- Ele disse abrindo a porta pra mim descer, assim o fiz! Peguei sua outra mão pra me apoiar e sai.

-Espera ai rapidinho.- Tirei o chapéu e coloquei no banco. Ele fechou a porta e deu a chave pra moço de la.- É a musica não é tão ruim.- Respondi entrando junto dele no restaurando, era bonito e tinha umas pessoais de classe la! Musica ambiente e um garçom nos levou a uma mesa afastada. Olhavam pra gente, uns sorrindo simpáticos e outros nos repreendendo e cochichando entre si, Louis puxou a cadeira pra mim e eu sentei, ele estava sendo um verdadeiro cavalheiro. Ele se sentou a minha frente.

-Porque tirou o chapéu? estava tão lindo em você!- Ele sorriu e pegou minha mão.

-Porque eu quero usa-lo em algum parque!- Eu disse.

-Então depois daqui vamos a um parque.- Ele pegou o cardápio.

-Então ta. Olhe nós no nosso primeiro encontro!- Eu sorri.

-Pois é, não é emocionante?- Ele perguntou rindo, se segurando pra não ser auto.

-Sim haha!- Respondi rindo mas ai meu sorriso se transformou em um terno olhando pra uma mãe com seu filhinho, recém nascido eu acho, no colo atrás de Louis. Ele olhou pra mim estranhando depois pra trás, abriu mó sorrisão depois.- Não é lindo de se ver?

-Sim, Sim! Daqui a 9 meses é nossa vez de ser inspiração pra novos casais.- Ele disse sorrindo.

-Pois é.- Eu olhei o cardápio rápido e perguntei a Louis.- ô Louis o que CE vai pedir?

-o prato da casa, é muito bom! Já vim aqui com Eleanor.- Ele disse sorrindo bobo, EPAA olha eu ciumenta ai.

-Quem é Eleanor? É sua Ex?-Perguntei seria, ele gargalhou.

-Sim, mais ou menos! Ela era tipo um disfarce, porque muitos no inicio da nossa carreira me achavam com um tipo de Gay e ai eu não queria mais namorar serio depois do termino com Hannah então a Modest! Management arranjou ela pra se fazer minha namorada.- Ele disse baixinho só pra mim escutar.

-Aah kkkk que coisa.- Eu gargalhei. Ele riu.

-Esse foi um tempo difícil.- Ele disse abaixando a cabeça.

-Me conte.- Eu disse vendo o garçom se aproximar, Louis pediu um prato la e eu pedi o mesmo.

-Ok, agora você tem que presta bastante atenção nisso.- Ele ia se aproximando e eu também, ele fazia cara de quem ia me conta a bomba do século.- BÚUH- Me assustou e eu gritei, ele gargalhou e todos olharam pra gente.

-desculpa gente, foi mal mesmo! Ele é uma criança.- Pedi pra todos que sorriram e voltaram a fazer o que estavam fazendo, eu corei e olhei pro Louis que gargalhava vermelho de tanto rir.- É? É assim? Ta bom!- Emburrei e escorreguei na cadeira mais pra baixo! Ele riu e veio pra meu lado.

-Desculpa ta?- Deu um beijo no meu rosto.

-Só se você me conta!- Eu disse e ele foi pra cadeira dele.

-Ta bom, foi tipo assim:- Eu me ajeite na cadeira e ele riu de leve.- Logo que terminei com Hannah, eu construi uma amizade muito forte com Harry, então inventaram um ‘bromance’ chamado Larry Stylinson, nossas fãs da época, e ate de agora, achavam que agente tinha um romance de verdade. Elas são, hoje em dia, chamadas de Larry Shipper! Haha e ai depois que eu terminei com Hannah eu não queria um relacionamento sério, queria realmente focar na carreira, mas com esses boatos de agente ser Homossexual a Modest! Teve que contratar Eleanor, que é filha de um dono de não sei o que ai, então nós ‘namorávamos’ pra deixar Larry de lado. Eu tive que me afastar de Harry por causa disso, foi uma época difícil por isso! Eu era muito apegado a Harry e ter que me afastar assim não é fácil. Agente vivia juntos em casa como sempre fazíamos, mas na frente de todos tínhamos que esta sempre separados.- Ele abaixou a cabeça e eu senti pena. Eu levantei sua cabeça com a mão e sorri pra ele triste.

-Sinto muito! Suas fãs são malucas.- Disse rindo de lado olhando pro nada.

-Sim, mas são elas que nos apoiam sempre.- Ele respondeu.

-Eu sei, você já me disse isso!- Eu sorri pra ele que retribuiu.- Estou com fome.- Disse com bico.

-Eu também.- Ele fez bico também e eu ri.

-É serio!- Disse sorrindo.

-Eu sei.- Ele fez o mesmo que eu.

-Para.- Dei um tapa No seu ombro.

-Parei já!- Riu.

-ok. Vai ou não chegar a comida?- Perguntei.

-Sei la.- Ele disse dando os ombros. Ficamos conversando e a comida finalmente chegou. Demos uma pausa na conversa e comemos, era divina a comida dali! Muito boa mesmo. Eu olhava as vezes pro Louis e sorria, ele brincava comigo e agente ria. Enfim foi o primeiro encontro mais perfeito do mundo. Terminamos e ele pagou a conta! Fomos saindo e entramos no carro. Ficamos la parados e  sem falar nada.

-Foi perfeito!- Sussurrei. Ele me olhou.

-o que?

-o nosso Primeiro encontro amor!- Disse sorrindo e colocando o chapéu! Ele riu.

-Aah eu também achei! Vamos pra praça?- Ele perguntou já ligando o carro.

-Vamos sim!- Eu disse mexendo na sua cenourinha pendurada no retrovisor. Ela era tão fofinha, tão pequenininha! Ele estacionou e eu olhei em volta.- Louis não acha perigoso aqui não? Ta tão isolado aqui!- Eu disse olhando pra ele.

-Sei la! Quer ir a outra perto da sua casa?- Ele perguntou já ligando o carro.

-Vai ser melhor.- Eu disse vendo ele arrancar. Foi meio rápido já que ele pegou um atalho rsrsrs. Chegamos e descemos! Havia um banquinho perto de tudo ali, meio no centro, e melhor é que tinha gente! Não correríamos perigos. Ele me puxou pela mão até la. Sentamos e ele pegou minha mão. O olhei nos olhos e de novo aquela sensação de frio na barriga, ai como é difícil evitar isso perto dele!- o que foi?- Perguntei.

-Nada, eu só queria te falar uma coisa, na verdade pedi!- Ele olhou pro nada sorrindo envergonhado.

-Ta ok, mas olhe pra mim.- Disse pegando seu queixo, ele riu e me olhou nos olhos profundo.

-Gabrielly Braga.- Vish ‘-‘ .- Eu quero te fazer mil juras de amor todos os dias, todas as horas! Somos novos mas eu não poderia ter mais certeza disso! Sabe desde o nosso primeiro beijo.- Riu – Eu senti uma coisa, precisava daquela coisa e você tem essa coisa. Eu não queria aceitar pelo simples fato de querer provar algo contra vocês e ‘abrir’ os olhos dos meninos, eu era um bobo! Achava que vocês ainda queriam ferir agente.- Arregalei os olhos mas depois disfarcei.- Mas ao longo da nossa convivência eu te descobrir e você, eu posso dizer, você é uma das pessoas que eu mais admiro! E você devia se sentir honrada entre as pessoas que eu admiro está Robbin Willians kk e você esta no nível dele pra mim! Uma super estrela que brilhou na minha vida mais que todas. Eu não sei viver mais sem você, sem te tocar, sem te proteger, sem te amar! Eu me sinto indefeso perto desse sentimento porque ele me doma de uma certa forma que eu não consigo me proteger! Ele é um vírus que entrou no meu coração, mais daquele bem forte mesmo. Eu não sei explicar porque por mais que eu quisesse eu não consigo! Enfim tudo o que eu quero agora é que você case comigo?- Ele puxou uma caixa de veludo do bolso e esticou pra minha frente, ele ainda segurava a minha outra mão. Minhas pernas não tinham mas movimento, eu não conseguia me mexer! A única parte do meu corpo que mantinha vivo era meu coração que batia forte contra meu peito, e rápido demais até! EU não consigo descrever meu. Ele estava me propondo passar o resto da vida com ele. Isso era tudo o que eu queria. Meu corpo, minha mente, meu coração me falavam pra gritar SIIM agora mas eu simplesmente não conseguia. Eu conseguir um movimento e engoli o seco começando a lagrimar. Eu olhei em seus olhos e eles imploravam pra mim acabar com essa aflição e responder. Aqueles azuis cinzento em sua face me deu as forças necessárias pra voltar a viver, literalmente.

-Sim.- Olhei pra baixo, estava muito sem o que fazer. Ele chegou mais perto e abriu a caixinha, de la pegou o anel (http://www.polyvore.com/cgi/set?id=70437191&.locale=pt-br o de brilhante, não o de laço ) e colocou no meu dedo, o de noivado, da mão esquerda.- Porque dois anéis e um colar?

-Porque só o anel não parecia o suficiente pra você!- Ele disse beijando a minha mão esquerda, na qual ele acabara de colocar o anel.- Então aqui está o outro.- Ele colocou na outra mão, no mesmo dedo.- e aqui o colar!- Eu me virei, coloquei o cabelo de lado e sentir ele colocar o lindo colar. Eu já tinha fechado os olhos nessa altura.

-São lindo! Você é o melhor NOIVO do mundo.- EU disse dando ênfase no NOIVO kk. Já tinha me recuperado da ânsia.

– e você é a melhor do Mundo.- Ele ficou de pé no bando e começou a gritar que ia se casar e que eu era a melhor, eu obviamente com vergonha escondi o rosto nas mãos. Ele me puxou pra cima e eu levantei forçada. Todos, sim TODOS, olhavam pra gente sorrindo.

-Parabéns casal.- Uma senhora de idade veio nos cumprimentar, descemos do banco e fomos a ela.- Minha neta é uma grande fã! EU não entendia o porque de ela gosta tanto de vocês, mas agora eu sei! Seus fofos.- Ela nos abraçou. Nós retribuímos sorrindo.

-Aah Louis Tomlinson e Gabrielly Braga.- Uma garotinha gritou, nos viramos e vimos uma garotinha, aparentava ter uns 6 anos, correndo em nossa direção.

-Oi amorzinho!- Louis se abaixou e ficou na mesma altura dela, ela começou a chorar, eu me abaixei preocupada.

– o que foi? Porque esta chorando docinho?- Perguntei e a mãe dela a pegou no colo.

-O que vocês fizeram?- Ela perguntou limpando as lagrimas da filhinha dela, nos levantamos.

-Nada!- Louis respondeu e a garota chorou mais.

-Não chore amor!- a mama dela dizia repetitivamente.

-É.- Eu concordei.

-Eu quero um autografo.- a menina disse já cessando o choro.

-Tudo bem! Aonde?- Eu perguntei, ela tirou os CD’s dos meninos e todos os nossos, eu fiquei impressionada! Autografei os nossos enquanto Louis autografava os dele.

-Então são vocês!- a mulher disse suspirando.- Eu fiquei comovida com o que você disse, também fui julgada quando engravidei da pequena mas fiquei forte.- Ela disse sorrindo triste.

-Pois é, e agora é minha vez!- Eu disse sorrindo triste também.

-Não ligue para que falam de você! Quando a criança nascer tudo vai valer a pena.- Ela me abraçou pegando os Cd’s e indo embora com a criança.

-Faça valer a pena.- Eu suspirei e Louis me abraçou por trás.- Vai tudo valer a pena.- Saímos do parque! Fomos pra casa conversando e rindo. Felizes da vida. Chegamos e eu corri pras meninas as abraçando.- Aaah eu vou casar.- Elas começaram a gritar comigo enquanto eu mostrava o anel. Harry e Amanda ainda não estavam em casa hmmm kk. Elas me abraçaram e os meninos foram parabenizar Louis. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s